Anatomia · Anatomia Humana · Primeiro Ano

Anatomia Humana – Sistema Esquelético

424087_126053780896201_209712101_n

Olá, tudo bem?

Para começar a anatomia, a primeira matéria que tive foi sistema esquelético. Então, esse será o assunto de hoje 🙂 Vamos lá?

Conceito dos ossos: os ossos são duros, possuem uma cor esbranquiçada, são bem resistentes, possuem formas variadas e são unidos por meio de articulações (tema de outro post). Tem como funções mecânicas: servir de estrutura e suporte para os tecidos moles (músculos, tendões, nervos, vasos sanguíneos e gordura são tecidos que interligam, protegem e apoiam estruturas e órgãos do corpo humano); permitir os movimentos do corpo e das suas partes e proteger os órgãos vitais. Funções biológicas: armazenar minerais, além de alojar e proteger a medula óssea.

Possuímos aproximadamente de 206 a 210 ossos, mas quais são os fatores de variações?

  • Fatores etários: recém-nascidos possuem em média 270 ossos (com o tempo, alguns se fundem, como no crânio. Já em outras partes do corpo, surgem ossos completamente novos), bebês não possuem patela, osso do joelho, (só depois dos dois anos que a cartilagem vira osso) e os pequenos ossos do punho e tornozelo só ficam visíveis quando ganham rigidez;
  • Critérios de contagem: alguns autores não contam os pequenos ossos, como os ossos do punho (trapézio, hamato, capitato, entre outros) e do tornozelo (cuboide, cuneiformes, navicular);
  • Variação individual: algumas pessoas podem ter costelas a mais e outras podem ter menos ossos, pois alguns podem estar unidos.

Os ossos são compostos por matéria inorgânica e orgânica. A parte inorgânica corresponde a aproximadamente 70% da composição, responsável pela dureza e rigidez, contém sais mineiras como cálcio e fósforo. Já a orgânica, corresponde a aproximadamente 30% da composição, responsável pela flexibilidade, elasticidade e resistência, contém colágeno e proteína. Os ossos também produzem as células do sangue – hemácias, leucócitos e plaquetas – alguns acumulam gordura como material de reserva.

Existem três tipos de esqueleto quanto à localização em relação aos tecidos moles:

  • Endoesqueleto: é o esqueleto interno, cresce à medida que o ser cresce;
  • Exoesqueleto: esqueleto externo – como uma concha ou casquinha do corpo de uma cigarra – limita o tamanho do ser;
  • Misto: esqueleto interno + externo como o tatu e tartaruga.

Divisão do esqueleto:

  • Axial: composto pelos ossos da cabeça, pescoço e tórax;
  • Apendicular: composta pelos membros superiores – MMSS – e membros inferiores – MMII.

Os ossos que conectam o esqueleto axial com o apendicular são denominados de cinturas escapular e pélvica.

Os ossos são classificados conforme suas formas:

  • Ossos longos: tem o comprimento maior que a largura. Possuem uma leve curvatura, que lhe fornece maior resistência, pois assim, consegue absorver o stress mecânico do peso do corpo em diversos pontos, garantindo melhor distribuição do mesmo. Apresentam duas extremidades, denominadas epífise e um corpo, chamado de diáfise, onde, possui em seu interior um canal medular que aloja a medula óssea. Exemplo: Fêmur.
  • Ossos alongados: são longos e achatados, não possuem canal medular. Exemplo: Costelas
  • Ossos curtos: as dimensões se equivalem, comprimento semelhante à largura. Exemplo: ossos do Carpo.
  • Ossos planos: comprimento e largura maiores que a espessura, os ossos planos fornecem proteção e geram grandes áreas para inserção de músculos. Exemplo: Parietal.
  • Ossos irregulares: não possuem forma definida. Exemplo: Vértebras.
  • Ossos pneumáticos: osso que no seu interior possui cavidades preenchidas de ar, ou seja, osso oco. Apresenta pequeno peso em relação ao seu volume. Exemplo: Esfenoide.
  • Ossos sesamóides: estão no interior de alguns tendões em que há considerável fricção, tensão e stress físico. Podem variar de tamanho e número, de pessoa para pessoa, não são sempre completamente ossificados, normalmente, medem apenas alguns milímetros de diâmetro. Exceções notáveis são as duas patelas, que são grandes ossos sesamóides, presentes em quase todos os seres humanos.

Até o próximo post, beijos!

 

 

Referências:

Sistema Esquelético – http://www.auladeanatomia.com/osteologia/generalidades.htm#numero

Composição dos Ossos – http://www.klickeducacao.com.br/bcoresp/bcoresp_mostra/0,6674,POR-673-8845,00.html

Anúncios

7 comentários em “Anatomia Humana – Sistema Esquelético

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s